Forte do Imbuhy

A iniciativa de construir a fortificação deu-se após a Questão Christie, em 1863, episódio diplomático em que o Brasil e a Inglaterra quase entraram em guerra. Entretanto, em 1596, o Forte do Imbuhy já havia sido uma das bases de combate à esquadra do holandês Van Dorth e aos avanços do francês Duclerc, em 1710. Em 1863, iniciaram-se as obras de um novo projeto que, passando por várias modificações, foi finalmente inaugurado em 1901.

O Forte do Imbuhy ocupa uma área construída de 2.400 m², com cantarias de pedras retiradas da costa do mar, cimentadas com óleo de baleia, cal e mouriscos triturados, onde se sobressaem as cúpulas encouraçadas de ferro endurecido e aço-níquel, dotadas de poderosos canhões. Chega-se à fortificação por uma bucólica estrada arborizada, acompanhando um litoral aprazível, que termina nas praias de Fora e Imbuhy.

A beleza da paisagem se revela à medida que os recortes do percurso se alternam. Avistam-se colinas ou escarpas de densa vegetação, antecipando a chegada à ponta do Imbuhy, um dos pontos limítrofes da barra da Baía de Guanabara, onde o visitante se defronta com o grandioso monumento do Forte. A parada obrigatória é no mirante, de onde se vê um ângulo da Baía de Guanabara surpreendentemente diferenciado, porém não menos extasiante, integrado ao fundo do horizonte com a paisagem dominante do Oceano Atlântico.

Endereço: Alameda Marechal Pessoa Leal, nº 265 – Jurujuba – Niterói/RJ – CEP 24370-370 Acesso pelo Forte Barão do Rio Branco
Visitação: Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h
Ingresso: R$ 6,00; Idosos: R$ 4,00; Crianças: grátis
(21) 2710-7840 ou 2711-0462 – ramal 36

Imbuí_Fort.jpg
Imbuí_Fort.jpg