Forte de Copacabana

O Forte de Copacabana foi construído em 1914, no promontório da antiga Igrejinha de Nossa Senhora de Copacabana com o propósito de reforçar a defesa da Baía de Guanabara. Ocupando uma área total de 114.169 m², o Forte de Copacabana foi, então, considerado a mais moderna Praça de Guerra da América do Sul. Com seus potentes sistemas de canhões de 305mm, 190mm e 75mm, da fábrica alemã Krupp, participou de relevantes fatos históricos, dos quais o mais marcante foi a epopéia dos “Dezoito do Forte”, em 5 de julho de 1922. Em 1987, extintas as Baterias de Artilharia de Costa, deu lugar ao Museu Histórico do Exército, firmando-se como pólo de preservação da memória do Exército Brasileiro e singular local de lazer no universo turístico-cultural da cidade do Rio de Janeiro.

a. Fortificação Inaugurada em 28 de setembro de 1914, após 6 anos de construção, a Casamata conserva as características originais. Suas muralhas externas voltadas para o mar têm 12 metros de espessura. Na porta de entrada, o Brasão da República dá importância a este patrimônio arquitetônico do Exército Brasileiro.

b. Exposições As Exposições de longa duração “Salão Colônia – Império” e “Salão República” têm como linguagem museográfica a cenografia, que de maneira agradável e didática, caracterizam personagens militares valorizando a contextualização do homem no ambiente. Informações sobre os objetos expostos, manequins, indumentárias, condecorações e mobiliários são enriquecidas por sistema multimídia bilíngue, em um ambiente com climatização e sistema de iluminação computadorizado.


Endereço: Praça Cel. Eugênio Franco, nº 1 – Copacabana – Rio de Janeiro – CEP 2270-020

Exposições: Canhões antigos, Salão Colônia, Império e República
Visitação: 3ª feira a domingo, de 10h às 17h Pré-agendamentos de visitas guiadas para colégios
Serviços: Loja de Souvenirs Confeitaria Colombo à beira do mar

Contato:
Tel: (21) 2521-1032/ 2522-6263/ 2522-4460
Site: www.fortedecopacabana.com
E-mail: rp@fortedecopacabana.com

lunos cantam o Hino Nacional durante cerimônia abertura
Cel Torres Marques fala sobre o sucesso do Projeto à jornalista Maria José, da rádio Verde Oliva
Cerimônia de abertura da entrega dos kits cívicos
Soldados entregam mais do que bandeiras, compartilham conhecimento